Situação de atendimento na 7ª SDP está se normalizando

Situação de atendimento na 7ª SDP está se normalizando

Umuarama – A 7ª SDP de Umuarama sofreu o ataque furioso da população que queria linchar o suspeito de assassinar brutalmente a menina Tabata Crespilho, na última semana, tendo vidros, cadeiras, portas, computadores e viaturas quebrados. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Paraná, o prédio da administração em si não foi afetado, já a estrutura da cadeia está em fase de análise interna.

A assessoria de comunicação do Departamento Penitenciário do Estado (Depen), no entanto, afirma que já foram iniciados reparos na carceragem desde a semana passada, e que uma galeria já voltou a funcionar. Para manter a segurança, o Depen disponibilizou ainda uma equipe do Serviço de Operações Especiais (SOE), grupo de elite do sistema prional, para fazer o reforço da segurança no local, até que a situação seja normalizada.

Vidros, mobílias e outros itens já estão sendo providenciados junto a Divisão de Infraestrutura da Polícia Civil (DIE), exceto os computadores, que já foram todos repostos. Por enquanto, na delegacia, estão funcionando os serviços de cartórios, investigação e flagrante. Para Boletins de Ocorrência o cidadão deverá se dirigir ao 25º Batalhão de Polícia Militar, e para casos relacionados a mulher, deverão ir à Delegacia da Mulher de Umuarama.

A assessoria da Polícia Civil do Estado ainda confirma que um inquérito policial foi aberto para investigar cada detalhe, inclusive, dois suspeitos já foram presos em flagrante, após serem reconhecidos pela PM. 

Instituto Médico Legal 

O prédio do IML também sofreu danos, porém, de pequena monta. Segundo Castelar Paulino Rodrigues, Chefe de Administração, tudo já está sendo reparado. “Quebraram todos os vidros e a porta do hall de entrada do Instituto, além de serem danificadas as redes de informática e a central de telefonia, mas, devido ao nosso fundo rotativo, pudemos repor os vidros e consertar o restante dos estragos rapidamente”, esclarece.

Castelar ainda completa que no final de semana precisou deixar funcionários de guarda durante à noite, para a segurança do prédio e dos equipamentos. O IML chegou a ficar sem atendimento na quinta-feira (28), mas vem funcionando normalmente.

Fonte: Portal da Cidade Umuarama

 

Deixe seu Comentário