Coreias confirmam reaproximação e anunciam cúpula em abril

Coreias confirmam reaproximação e anunciam cúpula em abril

A Coreia do Norte e a do Sul concordaram nesta terça-feira (6) em realizar a primeira reunião de cúpula em mais de 10 anos entre os líderes Kim Jong-un e Moon Jae-in no final de abril, informou a Casa Azul, residência oficial do presidente sul-coreano. Ontem (5), o ditador norte-coreano conseguiu fechar um "acordo satisfatório" com a delegação de alto nível da Coreia do Sul, segundo a agência de notícias "KCNA". 
A reunião de cúpula será a terceira do tipo após o resultado da "política do Sol" de 2000 a 2007. Segundo o conselheiro Chun Eui-yong, o encontro será organizado na área de segurança conjunta da vila fronteiriça de Panmunjom. Durante a primeira visita de funcionários de alto escalão desde 2007, Jong-un recebeu uma carta enviada pelo presidente sul-coreano. "Ao escutar sobre a intenção de Moon Jae-in de realizar uma cúpula, trocou pontos de vista e chegou a um acordo satisfatório", informou a estatal norte-coreana. 
Além disso, em mais um capítulo da reaproximação entre Seul e Pyongyang, os representantes de Jaen-in e o líder norte-coreano também discutiram sobre quais medidas poderiam adotar para "aliviar as tensões militares" entre as nações e "impulsionar o diálogo e a cooperação". 
Segundo a imprensa local, a "conversa sincera" resultou em uma "vontade firme de melhorar as relações Norte-Sul e escrever uma nova história de reunificação". 
De acordo com o governo de Seul, a Coreia do Norte ainda afirmou seu empenho no que diz respeito à "desnuclearização", além de sua "vontade" de suspender atividades de desenvolvimento nuclear e mísseis. No entanto, para realizar tal medida é necessário ter garantias de que o regime permanecerá em segurança. 
Na reunião, Jong-un também expressou querer conversar com os Estados Unidos e oferecer a "moratória" de suas atividades durante todo período de diálogo. Entretanto, os dois países asiáticos decidiram estabelecer uma "linha vermelha" direta de comunicação entre seus líderes do Sul e Norte, que indicou que suspenderá os testes nucleares e de mísseis durante o diálogo. Os dois países iniciaram uma reaproximação nos primeiros dias de 2018, após Kim ter desejado sorte para o Sul na realização dos Jogos de Inverno durante seu discurso de ano novo. 
Seul e Pyongyang reestabeleceram o canal direto de comunicação e concordaram com a participação de atletas do Norte nas Olimpíadas. A ideia principal de Seul é a "desnuclearização" da Península.

Deixe seu Comentário