Olho neles na Paralimpíada

Olho neles na Paralimpíada

Saem de cena Michael Phelps, Usain Bolt, Rafaela Silva e companhia. Entram Daniel Dias, Jonas Jacobsson, Markus Rhem, entre outros. Assim como a Olimpíada encerrada há pouco mais uma semana, a 15ª edição dos Jogos Paralímpicos, de 7 a 18 deste mês, também reunirá grandes astros do esporte no Rio de Janeiro. Entre nomes consagrados em suas modalidades, recordistas mundiais e colecionadores de medalhas.
Confira na lista abaixo

Daniel Dias

Dono de 15 medalhas paralímpicas (10 ouros, 4 pratas e 1 bronze em Pequim 2008 e Londres 2012), o nadador é o grande destaque da delegação brasileira.

Jason Smyth

Dono de quatro medalhas douradas nas provas de 100m e 200m em Paralimpíadas (duas em Pequim 2008 e outras duas em Londres 2012) o irlandês é o mais rápido da história na classe T13 (deficiência visual).

Markus rehm

O alemão de 27 anos assustou o mundo no Mundial paralímpico de atletismo do ano passado, em Doha, ao alcançar a marca que lhe daria medalhas de ouro nas Olimpíadas de Pequim 2008 e Londres 2012 no salto em distância para atletas sem deficiência: 8,40m.

Terezinha Guilhermina

Ela já participou de três Paralimpíadas e coleciona seis medalhas (duas de ouro em Londres; uma de ouro, uma prata e uma de bronze em Pequim; e uma de bronze em Atenas).

Cuiqing liu

A chinesa de 23 anos promete ser a maior ameaça à multicampeã Terezinha Guilhermina. Campeã mundial nos 100m, 200m, 400m T11 e no 4x100m T11-13.

Jonas jacobsson

Ele vem ao Rio de Janeiro para participar da sua 10ª Paralimpíada consecutiva. O sueco, que estreou aos 15 anos em Amsterdam 1980, pratica o tiro esportivo e ao longo da carreira coleciona nada menos que 17 medalhas de ouro.

Markus swoboda

O austríaco é um dos favoritos na estreia da canoagem nos Jogos Paralímpicos. Swoboda domina as competições desde sua estreia internacional no Mundial de Poznan 2010.

Alex Zanardi

Após perder as pernas em um acidente durante uma etapa da Fórmula Indy em 2001, o ex-piloto de automobilismo continuou dedicado à velocidade e encontrou no ciclismo de estrada mais uma paixão.

Jefinho gonçalves

Apelidado de Pelé do futebol de 5, o baiano de 26 anos é bicampeão paralímpico (ouro em Londres e Pequim) e foi eleito melhor jogador do mundo em 2010.

Ramona brussig

A Rio 2016 será a quarta Paralimpíada da alemã que está determinada a manter os 100% de aproveitamento de medalhas.

Deixe seu Comentário