Zona Azul continua dando dor de cabeça em Umuarama

Zona Azul continua dando dor de cabeça em Umuarama


O estacionamento rotativo Zona Azul continua dando dor de cabeça para os motoristas de Umuarama mesmo após duas semanas da rescisão contratual anunciada pelo governo municipal.

O problema agora é a devolução do dinheiro para os motoristas que usavam o aplicativo Digipare para o pagamento do estacionamento, sem que fosse preciso a compra do cartão com os funcionários da empresa.

Muitos deles fizeram recargas de R$ 100 e até R$ 200 reais e agora estão perdidos sem saber se podem ou não pedir ressarcimento à empresa, que após ser comunicada da rescisão fechou as portas sem deixar um canal local de atendimento ao cidadão. Muitos motoristas também haviam comprado dezenas de cartões de meia e uma hora, e até agora não sabem como pedir o dinheiro de volta.

Outro problema é a questão do pagamento das multas geradas pelas notificações da empresa que ao não ser pagas resultam na perda de pontos na CNH dos motoristas.

Nesta quarta-feira (17) em entrevista ao Bianca News o advogado especialista em direito do consumidor, Sandro Gregório da Silva, falou sobre o assunto. Segundo ele o cidadão não pode ser prejudicado e tem o direito de ser ressarcidos dos valores que foram pagos e não foram utilizados.

Em entrevista ele destacou como o consumidor deve fazer tanto na questão do aplicativo Digipare, quanto na situação das multas geradas a partir do não pagamento das notificações.

Deixe seu Comentário