Experiências bem sucedidas marcam projeto de inserção de famílias venezuelanas no Paraná

Experiências bem sucedidas marcam projeto de inserção de famílias venezuelanas no Paraná


O projeto de interiorização das famílias de venezuelanos refugiados no Brasil realizado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons) tem apresentado bons resultados de inserção.

Depois de entrarem no Brasil por Pacaraima em Roraima, eles buscam comida e abrigo. Muitos acabam ficando nas ruas e sem casa ou alimentos.
 

Segundo o presidente do Distrito de Campo Mourão da Igreja Mórmon, responsável pela estruturação da Igreja em Umuarama, Brás Alexandre Coimbra, as famílias são selecionadas e depois a Igreja viabiliza realocação delas em cidades do interior do Brasil.

Em entrevista ao Bianca News nesta quinta-feira (16) ele contou como o projeto funciona e deu bons exemplos de inserções bem sucedidas em cidades do Paraná, inclusive em Campo Mourão.

 

Venezuelanos em Umuarama

 

Umuarama deve receber nos próximos dias três famílias de venezuelanos que deixaram o país que passa por uma crise econômica, financeira e política.

A vinda destas famílias para a capital do Noroeste está sendo viabilizada a partir de uma iniciativa da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons), que mantem um projeto humanitário de realocação de refugiados que chega ao Brasil pela fronteira com Pacaraima em Roraima.

Além da inciativa da igreja em Umuarama, um projeto da Bianca FM será realizado nos próximos dias para mobilizar a comunidade que poderá ajudar com doação de móveis roupas e alimentos.

Deixe seu Comentário