Empresário paranaense relata sofrimento de venezuelanos na fronteira com Brasil

Empresário paranaense relata sofrimento de venezuelanos na fronteira com Brasil


Abalados pela instabilidade política e social do país, milhares de venezuelanos cruzam diariamente a fronteira com o Brasil em busca de uma vida melhor. Eles chegam por Pacaraima em Roraima e acabam ficando nas ruas.

A cidade, que é divisa com a Venezuela, tem pouco mais de 12 mil habitantes não têm indústrias muito menos estrutura suficiente para abrigar e atender as centenas de famílias venezuelanas que chegam todos os dias.

Sem emprego e sem dinheiro eles contam com a sorte para ganhar alguns trocados ou receber ajuda de voluntários que sensibilizados com a situação procuram ajudar de alguma forma.

Um destes voluntários é o empresário é o paranaense Carlos Wizard Martins Rodrigues, fundador do Grupo Multi Holding, detentor do Mundo Verde líder da América Latina no segmento de produtos Naturais, Orgânicos e Bem-Estar, e também um dos fundadores da escola de idiomas Wizard.

O empresário, que está com a esposa na fronteira com a Venezuela há oito meses, é responsável por um projeto de interiorização das famílias venezuelanas que é realizado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons).

Na última sexta-feira (17) o empresário concedeu entrevista ao programa Bianca News e relatou um pouco da experiência que ele vem tendo nestes últimos meses em Pacaraima.

Segundo ele, grande parte das crianças que chegam ao Brasil entram no país extremamente debilitadas e precisam ser internadas, outras nem chegam a entrar no território brasileiro, pois acabam morrendo ainda no país vizinho.

Crise na Venezuela

A Venezuela vem passando por uma severa crise desde 2013. Mas o problema se intensificou durante o último processo eleitoral vencido por ditador Nicolás Maduro e seu partido (Partido Socialista Unido da Venezuela), que é acusado de fraldar as eleições.

O mais recente capítulo da crise política da Venezuela deu-se depois que o presidente autoproclamado do país, Juan Guaidó,  tentou assumir o comando da nação, sem sucesso.

Parte dos militares venezuelanos ainda permanecem o ao ditador Nicolás Maduro, o que tem garantido sua permanência no poder.

Grande parte dos países do mundo, incluindo Brasil e Estados Unidos reconhecem Juan Guaidó como presidente do país.

Projeto de interiorização das famílias venezuelanas

O projeto de interiorização das famílias de venezuelanos refugiados no Brasil realizado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons) tem apresentado bons resultados de inserção

Depois de entrarem no Brasil por Pacaraima em Roraima, eles buscam comida e abrigo. Muitos acabam ficando nas ruas sem casa ou alimentos.


Venezuelanos em Umuarama

 Umuarama deve receber nos próximos dias três famílias de venezuelanos que deixaram o país que passa por uma crise econômica, financeira e política.

A vinda destas famílias para a capital do Noroeste está sendo viabilizada a partir de uma iniciativa da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons), que mantem um projeto humanitário de realocação de refugiados que chega ao Brasil pela fronteira com Pacaraima em Roraima.

Além da inciativa da igreja em Umuarama, um projeto da Bianca FM será realizado nos próximos dias para mobilizar a comunidade que poderá ajudar com doação de móveis roupas e alimentos.

 

Deixe seu Comentário