MP poderá instaurar procedimento contra à prefeitura de Umuarama por conta do Lar São Vicente de Paulo

MP poderá instaurar procedimento contra à prefeitura de Umuarama por conta do Lar São Vicente de Paulo


Após negativa em resposta a um ofício encaminhado pelo Ministério Público do Paraná, em Umuarama, o MP deve instaurar um procedimento administrativo contra a prefeitura municipal para tentar chegar a uma solução quanto à situação do possível fechamento do lar São Vicente de Paulo.

A informação foi confirmada nesta terça-feira (4) ao Bianca News pelo promotor de justiça Marcos Antônio de Souza. Segundo ele, assim que tomou conhecimento da situação encaminhou ofício à prefeitura de Umuarama.

Em resposta o munícipio informou não ter condições para fazer o reajuste do Termo de Colaboração, que asseguraria o aumento de repasse dos atuais R$ 408 reais para R$708 reais por idoso.

De acordo com o promotor, se não houver uma resolução para a questão de forma administrativa, o MP deverá instaurar um procedimento e acionará a prefeitura, pois entende que a situação é de responsabilidade do munícipio.

Resposta do Conselho Central

Nesta segunda-feira (03) o presidente do Conselho Central de Umuarama da Sociedade de São Vicente de Paulo, que é mantenedor do Asilo, Ângelo Barreiro Gonsalves, respondeu as críticas feitas pelo prefeito Celso Pozzobom, na última quinta-feira (30), durante o programa Bianca News.

Gonsalves afirmou que recebeu com surpresa as afirmações do prefeito de que a culta é da direção e do voluntariado do Lar e que ninguém está tentando antecipar campanha eleitoral.

Durante entrevista ele falou sobre as condições financeiras do Lar e nos reflexos de um possível fechamento. Segundo ele a decisão de acionar a Câmara de Vereadores e o MP aconteceu porque a prefeitura não se manifestou oficialmente sobre o pedido de renovação do termo de colaboração que já vem sendo tratado desde abril.

Declarações de Prozzobom

Na última quinta-feira (30) em entrevista exclusiva ao Bianca News o prefeito Celso Pozzobom (PSC) afirmou que não renovara neste momento o contrato do Termo de Colaboração com o Lar São Vicente de Paulo, que atende atualmente 80 idosos em Umuarama.

O prefeito também criticou a direção e os voluntários da Instituição, que poderá fechar por falta de recursos. Segundo ele, o assunto estaria sendo tratado de forma política e não técnica
 

Termo de Colaboração

Com um déficit provocado por conta da mudança da Federal que regulamenta a retenção do salário de idosos em situação de repouso, o Lar São Vicente de Paulo, que atende atualmente 80 idosos pode encerrar as atividades no próximo semestre.

A viabilização Lar, que ainda não conseguiu renovar junto a prefeitura de Umuarama o contrato do Termo de Colaboração, poderá vir a partir de uma manifestação do Ministério Público em Umuarama (MP-PR).

Atualmente o município paga R $ 408 reais e o pedido da Entidade é para que o valor seja reajustado para RS 708 reais.

 

Deixe seu Comentário