Bairros afetados pelo “bostérico” em Umuarama cobram resolução do problema

Bairros afetados pelo “bostérico” em Umuarama cobram resolução do problema


Separados por duas pontes cinco bairros de Umuarama convivem com o cheiro de fezes diariamente. Apear de cobrar a anos da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná), uma solução para problema, até agora, nada foi feito.

Para o presidente da Associação de moradores do bairro São Cristóvão, Jean Carlos Ferreira, que também representa os bairros Nova América, Jardim Real e Beira Rio parece haver uma falta de interesse em resolver o problema.
Em entrevista ao Bianca News ele falou sobre o assunto e fez um desabafo sobre a situação.

Discussão

O assunto foi um dos discutidos durante uma audiência pública realizada recentemente na Câmara de Vereadores de Umuarama para debater a renovação do contrato com a empresa que fornece o serviço de água e esgoto a cidade de forma precária há 14 anos.

Audiência

O serviço de abastecimento de água de Umuarama foi discutido no último dia 27 na Câmara de Vereadores.

Convocada pela bancada de oposição ao governo municipal à audiência pública foi aberta a população.

Além dos vereadores também estiveram presentes autoridades ambientais, da justiça e representantes da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná).

Renovação de contrato.

O serviço de abastecimento e tratamento de água em Umuarama é precário e vem sendo oferecido a partir de uma liminar judicial que perdura por 14 anos.

Sem a renovação do contrato o município alega que vem perdendo recursos. Além dos recursos o município sofre com a falta de esgotamento sanitário em cerca de 60 bairros da cidade. As constantes interrupções no serviço também é um problema enfrentado pelos moradores.

Deixe seu Comentário