Nelli reaparece e em tom de despedida afirma que política é a “arte de fazer inimigos”

Nelli reaparece e em tom de despedida afirma que política é a “arte de fazer inimigos”


Depois de ter sido notificado por hora certa após perder seu mandato e ter seus direitos políticos cassados por três anos, o vereador Marcelo Nelli (SD), deu expediente nesta segunda-feira (12) na Câmara de Vereadores.

Além de participar das reuniões das comissões da Casa, durante o dia, o parlamentar, que teve sentença confirmada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), participou a noite da sessão ordinária.

Ao usar a tribuna afirmou que a política é a “arte de fazer inimigos” e disse estar tranquilo sobre a sentença que já transitou em julgado e teve acórdão publicado.

Nesta quarta-feira (13) acaba o prazo para o parlamentar apresentar sua defesa, o que não deve resultar em mudança de sua situação.

Nelli deverá ter o mandato extinto para que o suplente da coligação que o elegeu assuma a cadeira deixada por ele.

Mandato cassado

Marcelo Nelli foi condenado em terceira instância por ter contratado Cristiano Derenusson Nelli, irmão do parlamentar, para a função de secretário-geral há época em que o vereador exerceu o cargo de presidente da Casa. No mesmo período Cristiano estava lotado no gabinete do então deputado federal Osmar Serraglio (PMDB), em Brasília, por isso não poderia exercer função no poder legislativo em Umuarama.

Cumprimento da decisão

O pedido para que a mesa diretora exclua o mandato do vereador Marcelo Nelli dando vacância ao cargo e posse ao suplente da coligação, que elegeu Nelli, foi protocolado no último dia 18 pelo Diretório Municipal do partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Quem assume o cargo é o ex-vereador e suplente Antônio Comparsi de Melo (Toninho Comparsi).

Carreira política

Marcelo Nelli é o vereador que mais mandatos acumulou de forma consecutiva em Umuarama. Ele é vereador há 27 anos e está no seu sétimo mandato.

Nelli também foi o vereador que mais vezes foi presidente da Câmara de Vereadores, cinco ao total, e no meio político é conhecido por sempre estar na situação, ou seja, nunca vai contrário a força política que está no poder, independente de quem seja eleito.

Foto: Tribuna Hoje (Umuarama)

 

Deixe seu Comentário