Empresa que gerenciava Zona Azul em Umuarama pede indenização de R$ 15 milhões

Empresa que gerenciava Zona Azul em Umuarama pede indenização de R$ 15 milhões


A prefeitura de Umuarama foi citada no último dia 23 de agosto em processo movido pela Caiuá Assessoria, Consultoria e Planejamento, empresa que operacionalizava o sistema de estacionamento rotativo de Umuarama, Zona Azul.

Na ação, que tem mais de 900 páginas, a empresa pede indenização de R$ 15 milhões de reais por danos matérias causados pelo rompimento unilaterial do contrato, realizado no mês de abril desde ano pelo governo municipal.

O processo também apresenta dezenas de tabelas com valores que eram repassados de forma mensal a prefeitura de Umuarama desde 2010.

No processo, que corre na 3º Vara da Fazenda Pública de Umuarama, a empresa fez pelo menos dez apontamentos com valores que somados chegam ao valor da indenização pedida.

Desde abril quando o contrato foi rompido a cidade está sem estacionamento regulamentado, o que vem causando uma série de problemas e transtornos para a população e para os comerciantes.

O processo de licitação ocorrido em agosto para contração de nova empresa para operacionalizar o sistema foi suspenso pelo Tribunal de Contas do Estado.

Deixe seu Comentário