Chape e Ruschel têm um novo dia histórico

Chape e Ruschel têm um novo dia histórico

Chapecoense viveu ontem, em Barcelona, um dia repleto de emoção e homenagens às 71 vítimas do desastre aéreo que vitimou a delegação do time catarinense em novembro do ano passado. Disputando o troféu Joan Gamper, tradicional amistoso que o Barça organiza em sua pré-temporada, a equipe brasileira contou com a volta aos gramados do lateral Alan Ruschel, um dos sobreviventes do acidente, quase nove meses depois. Perdeu por 5 a 0, mas não deixou de ser aplaudida por todo o Camp Nou.

Um dos destaques da noite, Alan jogou por 35 minutos e deixou o gramado ovacionado. Os outros dois jogadores que sobreviveram à tragédia, o zagueiro Neto e o goleiro Follmann, deram um pontapé inicial simbólico para o jogo e também foram aclamados pelo estádio.

Com a bola rolando, a Chape teve poucas chances. Com força máxima, o Barcelona dominou totalmente o jogo, criou uma chance atrás da outra e só não fez mais porque o goleiro Elias teve grande atuação, e Artur Moraes, que entrou no segundo tempo, ainda defendeu um pênalti de Alcáce. Os gols foram marcados por Deulofeu, aos 6min, Busquets, aos 10min, e Messi, aos 27 minutos do 1º tempo; Suárez, aos 10min, e Denis Suárez, aos 29 minutos do 2º tempo.

Nesta terça-feira, o desafio da Chape na Europa é na França, onde enfrenta o Lyon às 13h (de Brasília), no centro de treinamento da equipe francesa.

FONTE: TRIBUNA HOJE

Deixe seu Comentário